Home Artigos e notícias Veja como ganhar dinheiro online sendo afiliado digital

Veja como ganhar dinheiro online sendo afiliado digital

Compreenda o que é um afiliado digital, como funciona essa forma de trabalho e conheça as principais plataformas para começar a ganhar dinheiro online.

24 de janeiro de 2022 - Atualizado 24/01/2022

No Brasil, o mercado online vem ganhando cada vez mais espaço.

De acordo com o estudo The Global Payments Report 2021, realizado pela empresa de tecnologia financeira FIS, as vendas pela internet devem crescer 57% no país até 2024.

Diante disso, muitas pessoas procuram oportunidades de gerar renda extra ou criar novos empreendimentos no universo online. 

Entre as várias possibilidades que esse mercado oferece, ser um afiliado digital é uma opção de trabalho em crescimento, rentável e que pode ser realizada de qualquer lugar. 

Saiba o que é um afiliado digital e descubra como dar os primeiros passos para começar a ganhar dinheiro com essa forma de trabalho.

O que é um afiliado digital?

Ser um afiliado digital significa indicar produtos ou serviços feitos por outras pessoas, com o objetivo de realizar uma venda e, dessa forma, ganhar comissões. 

Assim, sempre que uma compra for realizada através de um link próprio de afiliados, o afiliado digital receberá uma comissão que varia de acordo com o combinado pelo vendedor.

Como funciona o trabalho de um afiliado digital?

O trabalho de um afiliado digital é uma espécie de “funcionário comissionado”, ou seja, eles são os responsáveis por ampliar as vendas online de um determinado produto ou serviço. 

Para isso, é preciso se filiar a um programa, realizar uma curadoria dos produtos que deseja promover e começar a divulgação para um público específico.

Logo, quando um cliente faz a compra por meio da divulgação de um afiliado, um link personalizado é utilizado na transação.

Assim, esse link contabilizará dados que vão medir o sucesso da estratégia e, consequentemente, estipular quanto um determinado afiliado irá receber pela divulgação do produto ou serviço em questão. 

Vale destacar que o valor pago pode ser entendido como uma espécie de comissão pelas vendas e conversão dos clientes e varia de acordo com o que está sendo vendido e qual a negociação feita entre afiliado e produtor.

Quem pode ser um afiliado digital?

De modo geral, qualquer pessoa pode se tornar um afiliado digital, sendo necessário apenas ter um computador com acesso à internet como ferramenta de trabalho. 

Na maioria dos sites de afiliados, basta realizar um login com CPF para ter acesso ao catálogo de produtos da empresa, gerar links e começar a anunciar. Não são exigidas capacitações específicas nem CNPJ.

Dessa forma, muitas pessoas se interessam em entrar nesse mercado para ganhar uma renda extra ou, até mesmo, trabalhar de forma integral. 

No entanto, para obter lucros com os sites de afiliados é necessário investir em tráfego, relacionamento e estratégias de marketing. 

Por isso, quem deseja ter sucesso no mercado de afiliados precisa buscar capacitações na área, calcular recursos, ter um bom planejamento e se dedicar com profissionalismo.

O que é preciso para ser um afiliado digital?

Para participar dos programas de afiliados, você vai precisar:

  • ter um e-mail válido;
  • possuir um documento de identidade;
  • ter 18 anos ou mais;
  • fazer uma conta em uma plataforma para afiliados.

Vale destacar que não é preciso ter um blog ou site para ganhar dinheiro como afiliado digital, no entanto, os resultados e faturamento serão mais significativos com a divulgação em um endereço eletrônico.

Além disso, essa estratégia transmite mais confiabilidade e amplia os recursos para criar uma apresentação mais interessante dos produtos, gerando, consequentemente, melhores resultados.

Também pode te interessar:

Confira 5 dicas para ganhar dinheiro na pandemia
Veja 10 dicas para economizar dinheiro ganhando pouco
Saiba como obter renda extra respondendo pesquisas

O que é o programa de afiliados?

O programa de afiliados é, basicamente, uma plataforma responsável por fazer a ponte entre o anunciante e o afiliado.

Dito isso, é nessa plataforma que o anunciante disponibiliza o cadastro dos afiliados, para que estes possam “revender” o produto e ganhar comissão sobre as vendas. 

No entanto, há diversos formatos de divulgação que geram remunerações diferentes.

saiba-como-ganhar-dinheiro-sendo-afiliado-digital
Existem muitas plataformas de afiliados disponíveis no mercado que são vantajosas tanto para os anunciantes quanto para os afiliados. | Imagem: Freepik (wayhomestudio)

Outro ponto importante é que o vendedor deve informar o nome do produto, o público-alvo, o preço e definir a comissão. E a plataforma cobra uma taxa para hospedar a parceria entre anunciante e afiliado e realizar as transações.

Quais são os tipos de divulgação existentes?

No universo online, há algumas formas de divulgar, vender e contabilizar acessos. 

Diante disso, os produtores podem estipular parâmetros para definir o quanto um afiliado vai receber ao final das vendas.

Conheça as principais categorias de divulgação:

CPC – Custo por Clique

Nesta categoria, o afiliado deve trabalhar com campanhas de divulgação que sejam chamativas e interessantes o suficiente para o cliente clicar na página.

Nesse caso, não é preciso que uma venda seja realizada. Aqui, o que vale são os cliques em banners, anúncios ou outras formas de publicidade que tenham sido divulgadas pelo afiliado.

CPA – Custo por Ação

Na categoria CPA, é preciso mais do que apenas clicar nos anúncios do produto, a comissão do afiliado só será calculada se o cliente, além do clique, realizar qualquer outra ação dentro da página, por exemplo:

  • realizar um cadastro;
  • enviar uma dúvida;
  • assistir a um vídeo;
  • efetivar uma compra.

Nesse sentido, o trabalho do afiliado digital nessa forma de divulgação o desafia a criar uma página que gere interesse suficiente para que o cliente interaja com o conteúdo.

CPM – Custo por Mil Impressões

Aqui, o anunciante estipula um valor fixo e fará o pagamento sempre que um determinado anúncio atingir mil visualizações nos canais de divulgação do afiliado.

Por isso, quem já possui uma boa quantidade de visualizações em blogs, por exemplo, tendem a se interessar mais por essa categoria, já que serão pagos de forma recorrente e terão mais controle sobre o pagamento.

CPV – Custo por Vendas

O Custo por Vendas remunera o afiliado sempre que o cliente efetuar uma compra.

Vale lembrar que as compras são contabilizadas por meio de códigos ou links específicos, o que associa a transação ao afiliado em questão e comprova que uma determinada venda foi realizada. 

Como funcionam as plataformas de afiliados?

As plataformas, além de possibilitarem a parceria entre anunciantes e afiliados, funcionam como um ótimo controle das divulgações dos produtos e serviços e dos pagamentos das comissões.

Vale destacar, que para o afiliado, o cadastro na plataforma é gratuito. Já para os anunciantes, é descontada uma taxa sobre o valor do produto. 

Além disso, um mesmo anunciante pode ter uma rede ilimitada de afiliados, contudo, cada afiliado terá um link único de venda. 

Ademais, as plataformas de afiliados possibilitam ações como:

  • hospedar o produto e disponibilizá-lo para afiliação;
  • definir o programa de afiliação;
  • rastrear os cookies dos links de afiliado;
  • processar pagamentos e entrega do produto;
  • gerir as transações e ganhos;
  • controlar estatísticas de engajamento e conversão.

Quais são as plataformas de afiliados?

Há diversas plataformas disponíveis para quem deseja entrar no mercado de afiliados digitais e ganhar dinheiro com a monetização de sites, blogs, redes sociais ou, até mesmo, lojas virtuais.

Conheça algumas das principais opções de sites de afiliados:

  • Afilio;
  • Google AdSense;
  • Hotmart;
  • Nuvemshop;
  • Monetizze;
  • Eduzz;
  • ClickBank;
  • Awin;
  • UOL Afiliados;
  • Lomadee;
  • Amazon Associados;
  • Udemy;
  • AdSense.

Imagem em destaque: Freepik (jcomp)

Avatar
Shares