Home Artigos e notícias Atraso e cancelamento de voos: conheça as principais razões

Atraso e cancelamento de voos: conheça as principais razões

08 de outubro de 2018

Motivos mais frequentes e outros menos comuns figuram as principais razões que levam a atraso e cancelamento de voos. Saiba como se precaver nesses casos.

Notícia frustrante é ouvir no balcão da companhia aérea ou ler no painel: atraso e cancelamento de voos. O passageiro tem escalas, compromissos e reservas e, de repente, fica sabendo que terá que desmarcar. Além disso, na maioria das vezes, nem consegue saber os motivos pelos quais a companhia aérea precisou cancelar ou o que acarretou o atraso do voo. Existem casos em que o passageiro passa por transtornos e pode recorrer aos meios judiciais para rever seus direitos perante as companhias aéreas.

Entre as situações mais corriqueiras, estão as más condições climáticas, defeitos e manutenção na aeronave e o próprio tráfego aéreo. Existem outras razões que também acarretam na mudança do horário dos voos e, mesmo sendo menos comuns, contribuem para desmantelar uma complexa operação e afetar a sequência de voos do dia.

voo_atrasado_indenização@michelleclement

Conheça algumas causas mais comuns para atraso e cancelamento de voos:

Conexões e escalas
Entre os voos domésticos, é uma das principais ocorrências para atraso e cancelamento de voos. As aeronaves ficam esperando os passageiros chegarem de outras conexões para poder decolar. Muitas vezes, os voos de certos horários são a única opção de conexão para os passageiros chegarem ao destino final e um atraso ou cancelamento, interfere em todo o resto da malha aérea.

Manutenção de aeronave
A famosa explicação de que “problemas técnicos” foram a causa para atraso e cancelamento de voos é comum. Ouvir isso, sobretudo quando já está sentado na aeronave e o avião simplesmente não decola, é bastante desagradável. Pode ser uma troca de pneu, falta de combustível, revisão de peças ou falha no motor. De fato, as manutenções precisam ser realizadas de acordo com um protocolo de segurança. No entanto, ainda assim, as companhias aéreas não estão isentas de compensar o passageiro que sofreu atrasos e cancelamentos de voos por problemas técnicos com o avião.

Bagagem sem dono
Há situações em que as bagagens ficam perdidas e não identificadas, seja uma bolsa pequena ou mesmo uma mala. Por serem suspeitas – pela possibilidade de carregarem drogas ou bombas -, não podem estar no bagageiro do avião se o dono não embarcou. Nesses casos, o atraso é inevitável, pois o processo de retirada das malas do bagageiro é manual e em um voo lotado, por exemplo, isso seria muito demorado.

Condições climáticas
Mau tempo, chuva, neblina e vento forte são fatores externos, mas interferem na malha aérea dos aeroportos de modo a causar atraso e cancelamento de voos. Como os aviões decolam e aterrissam muitas vezes, um percalço no começo da manhã pode influenciar as decolagens e aterrissagens do resto do dia. Além disso, mesmo que uma cidade esteja com tempo bom, pode sofrer atraso e cancelamento de voo por um “efeito dominó” trazido pelas más condições meteorológicas de outras localidades, de onde partem voos que sofreram alterações na pontualidade.

atraso_mau_tempo@juliandufort

Revoadas
É comum haver colisões com pássaros, que são sugados pelas turbinas ou se chocam com a fuselagem da aeronave. Mesmo sem apresentar risco imediato, esse tipo de intercorrência precisa ser reparado e, após o desembarque, a aeronave precisa de reparos para conseguir realizar a próxima decolagem. A presença de pássaros no espaço aéreo do aeroporto se dá, muitas vezes, por causa da negligência dos municípios de cuidarem do entorno, o que atrai as aves para perto.

Jornada de trabalho da tripulação
De acordo com regulamentação da aviação, a tripulação não pode trabalhar mais do que 11 horas em um dia. Caso haja risco de ultrapassar esse limite, haverá troca de tripulação, mesmo que haja possibilidade de atrasar ou cancelar o voo. As companhias aéreas respeitam essa importante medida, já que, em caso de acidentes aéreos, atenta-se à sobrecarga de trabalho dos tripulantes.

Congestionamento no ar
O maior volume de passageiros que viajam de avião nos últimos anos, fez também crescer o trafego aéreo e o fluxo de pessoas, havendo necessidade de uma melhoria na infraestrutura dos aeroportos e de seus funcionários. Há medidas como redução da velocidade dos aviões, por exemplo, para evitar o congestionamento aéreo, mas nem sempre são suficientes para evitar os atrasos de pousos e decolagens, sobretudo no início da manhã e no final do dia.

Bagagem de mão 
Novas regras sobre o tamanho e o peso das bagagens de mão ainda não são cumpridas por alguns passageiros. Eles são insistentes e querem entrar na aeronave com bagagens das mais diversas. Em caso de objetos fora do padrão, a conduta é que sejam despachados na porta da aeronave e isso acarreta atrasos. O importante é o passageiro se informar com antecedência sobre as novas regras e qual a melhor maneira de despachar cada tipo de bagagem.

Imprevistos de saúde
Há casos de atraso e cancelamento de voos por causa de passageiros que têm problemas de saúde, pânico de voar ou mesmo, casos de mal súbito no ar. Nessas situações, a aeronave deve se deslocar para o aeroporto mais próximo ou se ainda estiver em solo, a tripulação é obrigada a acionar uma ambulância. O desembarque dos passageiros que apresentam qualquer distúrbio de saúde causa atraso no voo.

Sistema caiu
Os tripulantes precisam preencher papeis e documentos eletrônicos para autorizar uma decolagem. Além disso, realizam diversas checagens de controle interno e normas de segurança, o que pode alterar a pontualidade do voo. Por fim, precisam informar à companhia aérea, o número de passageiros, o peso da aeronave e a quantidade de bagagem a bordo, informações estas que só podem ser obtidas nos últimos minutos da hora de partida.

atraso_de_voo@blakeguidry

Brigas na aeronave
Tumultos dentro do avião, entre passageiros e mesmo em direção à própria tripulação, são frequentes e atrasam a decolagem. Pessoas embriagadas, fumantes que alegam precisar fumar a bordo, casais que discutem de maneira mais exaltada e brigas diretamente com os comissários são alguns exemplos e, caso não haja um acordo para resolver a situação, é necessário que as autoridades policiais entrem no avião e retirem o passageiro agressor.

Carga frágil e especial
Aviões são meios de transporte de cargas diferenciadas, como produtos radioativos, insumos químicos, restos mortais de pessoas e até carga viva de animais. Cada tipo de carregamento exige uma série de documentação específica e que, nem sempre, está atualizada e apta para que a aeronave siga o trajeto. Nesses casos, a falta de um papel ou mesmo de uma assinatura são causas recorrentes de atrasos de voos.

Raio X e rigor na fiscalização
A pontualidade dos voos também tende a ser impactada como reflexo das novas regras de segurança e fiscalização de passageiros. Há momentos em que a revista é mais rigorosa, como Olimpíadas e Copa do Mundo, e isso pode refletir no horário dos voos. Quando não há eventos dessa dimensão, a tendência é que o processo flua mais normalmente.

A partir do relato do seu caso através do nosso formulário de contato, WhatsApp e/ou telefone (11)3181-5581, teremos satisfação em orientá-lo e analisar se seu caso é passível de indenização. O Escritório Rosenbaum Advogados possui especialidade e vasta experiência em Direitos do Passageiro Aéreo.

Imagem: @evadarron

0Shares
0