Home / Artigos e Noticias / SulAmérica Saúde é condenada por aplicar aumentos desenfreados em contrato falso coletivo

SulAmérica Saúde é condenada por aplicar aumentos desenfreados em contrato falso coletivo

Direito à Saúde
Usuários de plano falso coletivo da SulAmérica Saúde preocupados com mensalidades.
Avatar

Redação

junho 18, 2024

Nos últimos anos, têm sido frequentes as reclamações de consumidores sobre os reajustes abusivos aplicados por planos de saúde. Um caso emblemático dessa situação envolveu a empresa SulAmérica Saúde, destacando a importância de buscar a Justiça para garantir os direitos dos beneficiários.

Em determinado momento, uma família que possuía um plano de saúde coletivo empresarial com a SulAmérica Saúde começou a enfrentar aumentos significativos nas mensalidades. Apesar de o contrato ser empresarial, era evidente que se tratava de um plano familiar, beneficiando apenas quatro pessoas do mesmo núcleo familiar, o que é chamado de contrato falso coletivo.

Os reajustes aplicados foram muito superiores aos índices autorizados pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) para contratos individuais e familiares, índices esses que também se aplicam aos planos falsos coletivos de acordo com o entendimento da Justiça.

Os aumentos nas mensalidades chegaram a atingir 43,45% acima dos índices permitidos pela ANS. Isso trouxe um ônus financeiro significativo para a família, que se viu diante da necessidade de buscar uma solução para os reajustes que consideravam injustos e abusivos.

Inicialmente, a família tentou resolver a questão diretamente com a SulAmérica, buscando explicações e ajustes nos valores cobrados. No entanto, todas as tentativas de negociação foram infrutíferas. A empresa manteve a posição de que os reajustes eram legais e previstos contratualmente, baseando-se na livre negociação permitida nos contratos coletivos.

Diante da recusa da empresa em rever os aumentos, a família decidiu procurar a orientação de um advogado especializado em ações contra planos de saúde. Sabendo que estavam enfrentando um caso complexo, a orientação profissional foi essencial para entender os direitos dos beneficiários e os passos a serem tomados.

Ação judicial contra a SulAmérica Saúde: um caminho necessário

Com o apoio jurídico, a família ingressou com uma ação na Justiça com o pedido de decisão liminar, solicitando a revisão dos reajustes aplicados e a restituição dos valores pagos a mais. A ação foi fundamentada no fato de que, embora o plano fosse formalmente coletivo, na prática, tratava-se de um plano familiar, configurando o que a jurisprudência denomina falso coletivo.

A família argumentou que os reajustes deveriam seguir os índices estabelecidos pela ANS para planos individuais e familiares, dado o número reduzido de beneficiários e a ausência de uma relação empresarial significativa entre os integrantes do plano.

Em sua defesa, a SulAmérica Saúde alegou que os reajustes aplicados estavam de acordo com o contrato firmado e a legislação vigente. Argumentou que, como se tratava de um contrato coletivo, os índices de reajuste eram pactuados livremente entre as partes, sem necessidade de autorização da ANS.

A empresa também defendeu a legalidade dos reajustes baseados na sinistralidade e nos custos médico-hospitalares.

Vitória para os beneficiários

Após analisar os argumentos e as provas apresentadas, o tribunal concluiu que, de fato, tratava-se de um falso coletivo. A decisão ressaltou que o contrato deveria ser tratado como um plano individual ou familiar, aplicando-se os índices de reajuste autorizados pela ANS para esses tipos de plano.

A sentença determinou a exclusão dos reajustes abusivos aplicados desde 2015 e a devolução dos valores pagos a maior, corrigidos e com juros. Além disso, a SulAmérica Saúde foi condenada a respeitar os índices da ANS nas próximas mensalidades, sob pena de multa em caso de descumprimento.

Essa decisão judicial representa uma vitória significativa para os consumidores, reafirmando a proteção contra práticas abusivas em contratos de planos de saúde. Ela reforça a necessidade de se buscar a Justiça diante de situações de abuso e destaca o papel fundamental dos advogados especializados na defesa dos direitos dos beneficiários.

A decisão foi proferida pela 5ª Vara Cível do Foro Regional XI – Pinheiros, no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, em 17 de junho de 2024, pela juíza Dr.ª Luciana Bassi de Melo, no processo 1020894-44.2023.8.26.0011. Trata-se de uma sentença sujeita a recurso.

Avatar

Redação

MAIS ARTIGOS

Notícias e Artigos relacionados

Nossa reputação é de excelência em serviços jurídicos

Avaliação dos clientes
Joao Emmanuel
Joao Emmanuel
11/07/2024
Trustindex verifica se a fonte original da avaliação é Google.
Tive uma empecilho com a United e a Rosenbaum foi bastante rápida e agil para cuidar do meu caso. Escritório muito prestativo e claro durante todo processo.
Matheus Garcia
Matheus Garcia
11/07/2024
Trustindex verifica se a fonte original da avaliação é Google.
O serviço de advocacia foi excelente e meu processo foi resolvido com êxito. Parabéns a toda equipe.
Amanda Evangelista Gaddini
Amanda Evangelista Gaddini
10/07/2024
Trustindex verifica se a fonte original da avaliação é Google.
Por meio de uma amiga, conhece a Rosenbaum advogados. Este ano tive um problema em uma viagem de Orlando para Sp. Devido a um erro na Delta e consequentemente na Latam perdi meu voo e quase nao consegui voltar para SP a tempo. Nao achei que poderia dar alguma coisa, mas após conversar com os advogados da Rosebaum que me informaram tudo corretamente como funciona cada passo, acabei entrando em processo com essas duas empresas. O escritório e excelente, nao nos deixam sem respostas, todas as duvidas que tive foram todas esclarecidas, tiveram a maior paciencia comigo durante todo o processo. Cada passo que era esclarecido entre a empresa e os advogados eles sempre me deram o feedback. Eu só tenho a agradecer, estamos na segunda etapa mais estou muito confiante que estou em ótimas mãos para cuidar desse processo. Amanda
Gustavo Kanashiro
Gustavo Kanashiro
09/07/2024
Trustindex verifica se a fonte original da avaliação é Google.
Estou muito satisfeito com o resultado e com o profissionalismo demonstrado pela equipe da Rosenbaum Advogados. Muito obrigado
Roberta Bezerra
Roberta Bezerra
08/07/2024
Trustindex verifica se a fonte original da avaliação é Google.
Excelente a minha experiência com essa empresa de advocacia ! Eles são super atenciosos e respondem sempre as mensagens. Os processos de envio dos documentos são simplificados. Recomendo MUITO !
Adailton Alves dos Santos
Adailton Alves dos Santos
01/07/2024
Trustindex verifica se a fonte original da avaliação é Google.
Rosenbaum é mais que uma empresa, é um grupo de amigos preocupados com seu bem estar.
Henrique Cerquinho
Henrique Cerquinho
01/07/2024
Trustindex verifica se a fonte original da avaliação é Google.
Ótima experiência, nos ajudaram em todo o caminho do processo, sem riscos e tudo bem explicado.
ROSENBAUM ADVOGADOS

Fale com a nossa equipe de especialistas, e dê o primeiro passo rumo à solução dos seus desafios.

FALE CONOSCO
Relate seu caso online
Shares
Atendimento Rosenbaum Advogados

Atendimento Rosenbaum Advogados

Olá! Podemos ajudá-lo(a)? Teremos prazer em esclarecer suas dúvidas.
Whatsapp