Home / Artigos e Noticias / Justiça determina que Fundação CESP cubra tratamento cirúrgico necessário

Justiça determina que Fundação CESP cubra tratamento cirúrgico necessário

Direito à Saúde
fundacao-cesp-deve-cobrir-implante
Avatar

Redação

junho 4, 2024

Quando a saúde de alguém está em jogo, a última coisa que se espera é uma negativa de cobertura de um tratamento essencial, mas foi exatamente isso que aconteceu com um beneficiário da Fundação CESP, que viu seu pedido de cobertura para uma cirurgia vital ser negado.

Alegando que a prescrição médica não estava em conformidade com as diretrizes contratuais e da ANS, a operadora recusou-se a custear o tratamento. No entanto, o Tribunal de Justiça considerou essa negativa abusiva, ressaltando que a recusa colocava o consumidor em uma posição de desvantagem extrema, violando o Código de Defesa do Consumidor (CDC).

O que tem de errado na conduta da Fundação CESP?

Os planos de saúde têm o dever de cobrir tratamentos prescritos pelos médicos, especialmente quando se trata de procedimentos urgentes e necessários. Neste caso, o paciente precisava de um Implante Percutâneo de Prótese Aórtica (TAVI) para tratar uma estenose aórtica severa e sintomática.

A negativa da Fundação CESP de cobrir esse procedimento não só ameaçou a vida do paciente, mas também violou seus direitos fundamentais. A decisão judicial destacou que a recusa era flagrantemente abusiva, pois impedia o tratamento de uma doença coberta contratualmente.

Antes de recorrer à Justiça, o paciente tentou resolver a questão por outros meios. Órgãos como o Procon, Reclame AQUI e a própria ANS oferecem canais para reclamações contra operadoras de saúde. No entanto, esses caminhos nem sempre são eficazes ou rápidos, especialmente em situações de urgência médica.

Foi nesse contexto que o paciente decidiu buscar a orientação de um advogado especializado, que se mostrou essencial para garantir a resolução do problema e a obtenção do tratamento necessário.

Optar por um advogado especializado pode fazer toda a diferença em casos de negativa de cobertura por planos de saúde. Esses profissionais estão preparados para orientar os pacientes sobre seus direitos e os passos a serem seguidos para garantir o cumprimento das obrigações contratuais das operadoras.

No caso em questão, a atuação jurídica foi decisiva para que o paciente obtivesse o tratamento vital de que necessitava, reforçando a importância da orientação especializada em momentos críticos.

Decisão judicial: um marco na defesa dos direitos dos beneficiários

Ao determinar que a operadora deve arcar com os custos do tratamento cirúrgico prescrito, a Justiça não só assegurou o direito do paciente a uma vida digna e a um tratamento adequado, mas também enviou uma mensagem clara sobre a importância de respeitar os direitos dos beneficiários de planos de saúde.

A condenação incluiu a cobertura integral do procedimento, conforme a prescrição médica, além da majoração da verba honorária em 20% do valor da causa.

Esta decisão serve de alerta para outras operadoras de saúde sobre a necessidade de cumprir suas obrigações contratuais e respeitar as prescrições médicas. Ao proteger os direitos dos consumidores, a Justiça garante que os pacientes tenham acesso aos tratamentos necessários, reafirmando a importância do papel do judiciário na defesa da saúde e do bem-estar da população.

Apelação Cível nº 1108283-28.2022.8.26.0100

Avatar

Redação

MAIS ARTIGOS

Notícias e Artigos relacionados

Nossa reputação é de excelência em serviços jurídicos

Avaliação dos clientes
Maria eduarda Rie miyazato
Maria eduarda Rie miyazato
11/06/2024
São muito atenciosos e respondem rápido. Conseguiram sanar minhas duvidas e explicam tudo bem detalhado para não ter desentendimento! Recomendo
Eduardo Wagner
Eduardo Wagner
10/06/2024
Fui tratado com muita presteza, realmente um ótimo atendimento. Foram muito eficazes na abertura e sucesso da ação pretendida contra companhia aérea. Recomendo a utilização de seus serviços.
armando cavani jorge
armando cavani jorge
10/06/2024
O escritório de advocacia Rosenbaum foi honesto com relação ao percentual cobrado no final do processo e sobre o prazo da causa, o que me deixou satisfeito com o trabalho executado.
DAIANA MENDES
DAIANA MENDES
10/06/2024
Tive um ótimo atendimento desde o início até o final do processo, os retornos sobre minhas dúvidas sempre foram rápidos e assertivos é só tenho a agradecer.
Eveline Martins
Eveline Martins
06/06/2024
Tivemos nosso voo da companhia Aérea Azul cancelado em março de 2020, quando retornávamos de Portugal, em decorrência da pandemia. Contatamos alguns advogados, sobre a possibilidade de entrarmos com processo contra a referida companhia aérea e fomos informados que seria causa perdida. Alguns dias depois, nos contatou o escritório Rosenbaum advogados, nos oferecendo processarmos a Azul, sem nenhum custo em caso de perda e em caso de sucesso, pagaríamos 30% do montante. Obtivemos sucesso em ganhar o processo por danos materiais e fomos ressarcidos.
Sandra Moutinho
Sandra Moutinho
04/06/2024
Só tenho a agradecer pelo excelente serviço prestado. Justiça foi feita. Profissionais super competentes! Super recomendo!
Flavio C
Flavio C
03/06/2024
Trabalho de extrema qualidade!
Caroline Rodrigues Silva
Caroline Rodrigues Silva
29/05/2024
Minha experiência foi excelente. Entrei com dois processos, ambos ganhos, e um deles foi finalizado hoje. As pessoas sempre foram atenciosas e informativas, e o primeiro processo foi concluído antes dos 12 meses, prazo máximo informado no início do contato. É uma empresa que eu usaria novamente e, com certeza, recomendarei aos amigos. Entrar com ações na justiça não é algo que fazemos de bom grado, mas, quando nossos direitos são violados, é importante ter uma empresa de qualidade nos representando. Obrigada!
ROSENBAUM ADVOGADOS

Fale com a nossa equipe de especialistas, e dê o primeiro passo rumo à solução dos seus desafios.

FALE CONOSCO
Relate seu caso online
Shares
Atendimento Rosenbaum Advogados

Atendimento Rosenbaum Advogados

Olá! Podemos ajudá-lo(a)? Teremos prazer em esclarecer suas dúvidas.
Whatsapp