NULL

Vídeos

Home Vídeos Reajustes abusivos dos planos coletivos

Reajustes abusivos dos planos coletivos

26 de fevereiro de 2021

Com a virada do ano, as operadoras aplicaram reajustes sobre as mensalidades de planos de saúde, como é feito anualmernte. No entanto, muitos beneficiários se surpreenderam com os aumentos de valores que, em alguns casos, foram abusivos.

Em entrevista para a Thathi TV, afiliada da Band no litoral paulista, a advogada Fernanda Glezer Szpiz, coordenadora da área de Direito à Saúde do Escritório Rosenbaum Advogados, comenta sobre os reajustes abusivos dos planos coletivos, explicando como definir os aumentos excessivos e o que pode ser feito pelos consumidores nesse caso.

Confira o vídeo e tire suas dúvidas!

Reajustes abusivos dos planos coletivos e o papel da Justiça

Quando o consumidor é vítima de uma cobrança excessiva, ele pode entrar em contato com a operadora para pedir esclarecimentos. Em alguns casos, é possível conseguir o reembolso entrando em contato direito com o plano de saúde.

Já em outras situações, pode ser necessário recorrer à Justiça para ajuizar uma ação contra a operadora pedindo a restituição de valores pagos indevidamente. O segurado tem até 3 anos para contestar cobranças abusivas. O advogado especializado pode ser a melhor pessoa para orientar como prosseguir nesses casos.

Para isso, além do respaldo de um advogado especialista em Direito à Saúde e Direitos do Consumidor, é necessário ter em mãos alguns documentos:

  • comprovantes da cobrança abusiva;
  • o comprovante de residência;
  • a carteirinha do plano de saúde;
  • o contrato com o plano de saúde (se possível);
  • cópias do RG e do CPF;
  • comprovantes de pagamentos das mensalidades (geralmente as duas últimas).

O Escritório Rosenbaum Advogados tem vasta experiência no setor de Direito à Saúde e Direitos do Consumidor. O contato pode ser feito através do formulário no site, WhatsApp ou pelo telefone (11) 3181-5581. O envio de documentos é totalmente digital.

0Shares
0