Home Artigos e notícias Como saber se meu voo foi cancelado?

Como saber se meu voo foi cancelado?

Descubra quais são as principais ferramentas para se informar sobre o status de um voo.

14 de junho de 2021

string(5) "fundo"

É extremamente comum que os passageiros tenham prejuízos por não saber que o voo foi cancelado. Seja por falta de respaldo da companhia aérea ou por conflitos na agenda, os danos são quase sempre inevitáveis.

Isso porque, ao planejar a viagem, a primeira coisa que é necessário levar em consideração é o horário do voo. Só assim o passageiro pode estipular o horário de chegada na hospedagem e organizar seu tempo livre para aproveitar o passeio.

Nesse sentido, o cancelamento de voo pode se tornar uma enorme dor de cabeça, pois geralmente resulta em perda de compromissos e gastos imprevistos.

Contudo, existem diferentes maneiras de descobrir se o voo foi cancelado. Dessa forma, o consumidor pode se prevenir desse transtorno.

Siga a leitura e saiba como!

Como saber se meu voo foi cancelado?

Existem diferentes formas de saber se um voo foi cancelado. Descubra quais são elas:

Acesse o serviço de consulta do status do voo

A maioria das companhias aéreas e agências de viagem oferecem uma ferramenta de consulta do status do voo em seus sites oficiais. Geralmente, o serviço fica localizado em um menu chamado “minhas viagens” ou “minhas reservas”.

Para consultar o voo, basta acessar o menu e digitar os dados pessoais solicitados (CPF, e-mail e nome, por exemplo). Além disso, é necessário fornecer informações básicas da viagem, como o localizador ou o número do voo, por exemplo.

Entre em contato com a empresa

Caso não consiga descobrir se o voo foi cancelado, o passageiro pode entrar em contato com a companhia aérea ou agência de viagens. Para isso, o usuário deve utilizar os canais de atendimento disponibilizados pela empresa.

Geralmente, o consumidor consegue solicitar informações por meio de:

  • e-mail;
  • chat no site;
  • telefone.

É necessário informar os dados pessoais e aqueles referentes ao voo para que o atendente possa consultar se o voo foi cancelado.

Utilize plataformas de monitoramento de voos

O passageiro também tem a opção de acessar sites que monitoram os status de viagens nacionais e internacionais. Os portais mais populares são:

Para isso, geralmente, o passageiro deve disponibilizar informações como o aeroporto de origem ou destino, o número do voo e a companhia aérea contratada, por exemplo.

Confira informações sobre o local de destino e de partida

Esse método não informa exatamente se o voo foi cancelado ou não, mas pode ajudar a situar o passageiro. Isso porque existem fatores que podem influenciar na possibilidade de uma viagem ser alterada.

sites-para-descobrir-se-meu-voo-foi-cancelado
O passageiro pode pesquisar sobre o local em noticiários e portais oficiais do governo. | Imagem: Freepik (@svetlanasokolova)

Alguns exemplos são:

  • conflitos políticos;
  • guerras;
  • epidemias ou pandemias;
  • restrições impostas pelo governo do local; 
  • desastres naturais;
  •  instabilidade climática;
  • fechamento de aeroportos;
  • fechamento de fronteiras.

Também pode te interessar:

Atleta receberá R$ 15 mil de indenização por atraso de voo e perda de conexão
Como funciona a passagem de avião para crianças?
Criança autista é expulsa de voo por não conseguir usar máscara no avião

A companhia aérea não precisa informar que o voo foi cancelado?

Na realidade, informar o passageiro que o voo foi cancelado é uma obrigação das companhias aéreas, conforme prevê a Resolução nº 400 da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC):

“Art. 12. As alterações realizadas de forma programada pelo transportador, em especial quanto ao horário e itinerário originalmente contratados, deverão ser informadas aos passageiros com antecedência mínima de 72 (setenta e duas) horas.”

Importante: com a pandemia de covid-19, a antecedência mínima para a informação sobre voos cancelados agora é de 24 horas.

Meu voo foi cancelado. Quais os meus direitos?

Além do direito à informação, a ANAC impõe outras medidas que devem ser adotadas pelas companhias aéreas para favorecer os passageiros:

“§ 1º O transportador deverá oferecer as alternativas de reacomodação e reembolso integral, devendo a escolha ser do passageiro, nos casos de:

I – informação da alteração ser prestada em prazo inferior ao do caput deste artigo; e

II – alteração do horário de partida ou de chegada ser superior a 30 (trinta) minutos nos voos domésticos e a 1 (uma) hora nos voos internacionais em relação ao horário originalmente contratado, se o passageiro não concordar com o horário após a alteração.

§ 2º Caso o passageiro compareça ao aeroporto em decorrência de falha na prestação da informação, o transportador deverá oferecer assistência material, bem como as seguintes alternativas à escolha do passageiro:

I – reacomodação;

II – reembolso integral; e

III – execução do serviço por outra modalidade de transporte.”

É importante ressaltar que a assistência material não é obrigatória se o voo foi cancelado em função do fechamento de fronteiras ou de aeroportos por determinação das autoridades.

Meu voo foi cancelado. Posso acionar a Justiça?

O passageiro deve recorrer ao poder judiciário no caso de os seus direitos terem sido violados pela companhia aérea. Nesse caso, é possível ajuizar uma ação e conseguir uma indenização por danos morais e/ou materiais.

Para isso, é recomendável buscar a orientação de um advogado especialista em Direitos do Passageiro Aéreo e Direitos do Consumidor. Também é fundamental reunir alguns documentos e provas de que o voo foi cancelado, como:

  • cópias de documentos pessoais (RG, CPF e comprovante de residência no Brasil);
  • comprovante de compra da passagem, vouchers de embarque e bilhete das malas despachadas;
  • recibos ou notas de despesas geradas pelo transtorno;
  • trocas de e-mails e mensagens com a companhia aérea;
  • fotos e vídeos de painéis do aeroporto.

O Escritório Rosenbaum Advogados tem vasta experiência no setor de Direitos do Passageiro Aéreo e Direitos do Consumidor. O contato pode ser feito através do formulário no site, WhatsApp ou pelo telefone (11) 3181-5581. O envio de documentos é totalmente digital.

Imagem em destaque: Freepik (@kroshka__nastya)

Shares