Home Artigos e notícias Saiba como será a aplicação da terceira dose da vacina de covid-19

Saiba como será a aplicação da terceira dose da vacina de covid-19

Entenda como será feita a aplicação da terceira dose da vacina contra a covid-19 em adultos maiores de 18 anos.

23 de novembro de 2021 - Atualizado 23/11/2021

string(4) "topo"

A campanha de vacinação contra a covid-19 já é considerada a maior da história do país, uma vez que já vacinou, com a primeira dose, quase 90% do público-alvo, ou seja, mais de 158 milhões de brasileiros.  

Além disso, mais de 70% desse público está completamente vacinado com duas doses.

Tal avanço da campanha reflete-se na queda de casos e óbitos no país que, desde abril, quando a pandemia registrou o pico de casos e óbitos, teve uma queda nos índices de mais de 90%.

Nesse contexto, o Ministério da Saúde anunciou, no dia 16 de novembro, que os brasileiros com mais de 18 anos já podem tomar uma terceira dose da vacina como reforço contra a covid-19.

Além da ampliação da faixa etária de quem deve receber a terceira dose da vacina, a pasta também anunciou uma redução de intervalo para a dose de reforço.

Vale lembrar que, anteriormente, a dose de reforço era indicada apenas para pessoas com mais de 60 anos, profissionais da saúde e pessoas com problemas no sistema imunológico, e era aplicada após seis meses do ciclo vacinal completo.

Veja a seguir como funcionará a administração da dose de reforço em adultos.

Por que é necessário tomar a terceira dose da vacina contra covid-19?

De acordo com o Ministério da Saúde, essa orientação é baseada em pesquisas científicas que apontam uma queda na resposta imune, principalmente, a partir do quinto mês após a segunda dose.

Na mesma via, a aplicação da terceira dose como reforço contra a doença vem sendo defendida por especialistas, em vista da alta de infecções entre imunizados com as duas doses.

Além disso, a medida deve impedir cenários epidemiológicos como os que vêm acontecendo em alguns países da Europa. 

Quem pode tomar a terceira dose da vacina?

Conforme anunciado pelo Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, o Governo vai aplicar uma dose de reforço da vacina para toda a população acima de 18 anos.

É importante frisar que a dose de reforço vai ser aplicada nos indivíduos elegíveis, que tomaram qualquer um dos imunizantes disponíveis no País.

Qual deve ser o intervalo para receber a terceira dose? 

Para o cidadão receber a dose de reforço, é necessário que ele tenha completado o esquema vacinal, ou seja, é preciso ter tomado a segunda dose ou a dose única de imunizante há pelo menos cinco meses. 

Quando a terceira dose começou a ser aplicada?

A vacinação com a dose de reforço teve início no começo de setembro de 2021. A priori, apenas idosos acima dos 60 anos, imunossuprimidas e profissionais de saúde receberam esse reforço.

Contudo, em 16 de novembro de 2021 o Ministério da Saúde comunicou a ampliação da aplicação da terceira dose em todo o país, contemplando toda a população acima de 18 anos, desde que, cinco meses após a vacinação completa. 

Nesse sentido, a cidade de São Paulo começou a aplicação da terceira dose da vacina contra a covid-19 em cidadãos com mais de 18 anos começou no dia 22 de novembro. 

O anúncio foi feito na no dia 17 de novembro, um dia depois do anúncio do Ministério da Saúde, pelo governador João Dória (PSDB), e segue orientação da pasta do Governo Federal sobre a extensão da vacinação em todo o país.

Também pode te interessar: 

Vacina contra covid-19: tudo o que você precisa saber
Saiba qual é o intervalo entre as doses das vacinas contra covid-19
EUA reabrem fronteira para vacinados contra covid-19

Qual vacina será utilizada para a aplicação da terceira dose?

Segundo o Ministério da Saúde a preferência é que a dose adicional seja de uma vacina diferente das que foram administradas primariamente naquele determinado indivíduo. 

tudo-sobre-a-terceira-dose-vacina-covid-19
O ministro Marcelo Queiroga assegurou que o país tem doses suficientes para oferecer a terceira dose para todos os adultos.

Tal medida deve-se aos resultados preliminares de uma pesquisa da Universidade de Oxford, encomendada pelo Ministério da Saúde, que indica um aumento na imunidade com a combinação de vacinas diferentes para o reforço.

Nesse momento, a dose de reforço deve ser realizada, preferencialmente, com a vacina da Pfizer.  

E quem tomou a vacina de dose única terá que tomar a terceira dose?

O Ministério da Saúde atualizou a recomendação quanto à vacina da Janssen, aplicada anteriormente como dose única. 

A partir de agora, uma segunda dose da Janssen será aplicada com intervalo de oito semanas após a primeira. 

Após concluir esse ciclo vacinal, uma dose de reforço será aplicada respeitando o prazo de cinco meses recomendado pela pasta, como no caso das demais vacinas.

Onde tomar a terceira dose da vacina contra a covid-19?

Tanto a primeira dose quanto a segunda e a adicional são oferecidas nos seguintes horários e locais: 

  • das 8h às 17h – nos megapostos, drive-thrus e farmácias parceiras; 
  • das 7h às 19h – em UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e AMAs/UBSs Integradas.

Campanha “Mega Vacinação” contra a covid-19

O Ministério da Saúde está promovendo a campanha “Mega Vacinação”, que teve início no dia 20 de novembro e vai até o dia 26 deste mês (sexta-feira). 

Com o slogan “Proteção pela metade, não é proteção”, a ação é realizada em conjunto com o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) e visa ajudar a acabar com o caráter pandêmico do coronavírus.

De acordo com dados oficiais, as doses para os 21 milhões de brasileiros que estão aptos a tomar a segunda dose e para os 12 milhões que já podem tomar a dose de reforço, já estão disponíveis.

Por fim, a expectativa do Ministério da Saúde é que mais de 12 milhões de pessoas tomem a dose de reforço em novembro.

Imagens do texto: Freepik (freepik)

Avatar
Shares