Home Artigos e notícias Qual a diferença entre trabalho remoto e home office?

Qual a diferença entre trabalho remoto e home office?

Entenda o que são trabalho remoto e home office e saiba quais as principais diferenças entre essas duas modalidades de trabalho a distância.

28 de abril de 2021

string(4) "topo"

Desde o início da pandemia de covid-19, modelos híbridos de trabalho vêm se tornando cada vez mais comuns dentro mercado empresarial.

De fato, essas mudanças nas formas de se trabalhar estão acontecendo gradualmente, devido a necessidade do isolamento social recomendado pelos órgãos de saúde.

Nesse sentido,  muitas empresas foram obrigadas a adotar uma rotina de trabalho a distância e diversos profissionais se depararam com uma nova realidade, passando a atuar em forma de trabalho remoto ou home office.

Todavia, esses formatos não são a mesma coisa. Compreenda no que consistem exatamente esses “regimes de trabalho”.

O que é trabalho remoto?

O trabalho remoto, teletrabalho ou ainda anywhere office, nada mais é que aquele trabalho prestado a distância, em que o funcionário não utiliza o ambiente da empresa para realizar suas tarefas.

Dessa forma, o empregado pode trabalhar de qualquer lugar, de casa, de um café, de uma biblioteca, de um coworking ou, até mesmo, de um outro país.

Portanto, o trabalho remoto representa a superação do mercado de trabalho dos limites das paredes das salas comerciais, uma vez que a principal premissa é a flexibilidade para que o profissional possa executar suas atividades de onde desejar, não precisando ser necessariamente em casa.

Legislação que regulamenta o teletrabalho

O teletrabalho ou trabalho remoto, está previsto no Art. 75-B da Lei de Consolidação das Lei Trabalhistas (CLT):

  • Art. 75-B – Considera-se teletrabalho a prestação de serviços preponderantemente fora das dependências do empregador, com a utilização de tecnologias de informação e de comunicação que, por sua natureza, não se constituam como trabalho externo. (Incluído pela Lei nº 13.467, de 2017);
  • Parágrafo único – O comparecimento às dependências do empregador para a realização de atividades específicas que exijam a presença do empregado no estabelecimento não descaracteriza o regime de teletrabalho.

Quais são as características do trabalho remoto?

Existem diversos tipos de trabalho remoto, que vão desde casos em que o profissional atua somente dentro de casa (home office), até aqueles em que o trabalho é executado fora do escritório apenas alguns dias da semana

Além disso, há algumas situações em que o colaborador faz um trabalho híbrido, no qual parte do tempo ocorre em casa e outra parte do tempo acontece dentro da empresa.

Muitos profissionais também utilizam espaços de coworking, tendo em vista que os ambientes oferecem toda a estrutura necessária para um profissional trabalhar.

o-que-é-trabalho-remoto-home-office
Coworking é uma das opções de locais escolhidos por profissionais que atuam via teletrabalho.

Além disso, esses espaços possibilitam estar em contato constante com profissionais da mesma área e aumentar o networking com pessoas de qualificações distintas.

Enfim, é importante frisar que o trabalho remoto caracteriza-se também pelo constante relacionamento que o prestador de serviço tem com a empresa.

Portanto, a troca contínua de ideias para o planejamento de atividades e o acompanhamento dos resultados ocorrem por meio das inúmeras ferramentas tecnológicas existentes para a realização de reuniões.

Também pode te interessar:

Saiba como obter a sua Carteira de Trabalho Digital
Leis e contrato de trabalho: fique por dentro
O que é Empresário Individual (EI)?

O que é home office?

O home office é um tipo de trabalho remoto que ocorre quando um colaborador executa o  serviço dentro de sua casa

Assim sendo, é condição essencial para a caracterização do home office que o trabalhador sempre exerça suas atividades em casa e em período integral

Além disso, a empresa de fornecer condições adequadas para que o funcionário possa desenvolver o trabalho em casa.

Qual a diferença entre trabalho remoto e home office?

A principal diferença  entre os dois está no local em que o trabalho é realizado

Enquanto o home office é realizado obrigatoriamente de casa, o trabalho remoto engloba tanto a casa quanto outras possibilidades, proporcionando a autonomia para o trabalhador escolher de onde quer trabalhar ou onde se sente mais produtivo. 

Além disso, o home office sugere fornecimento de estrutura ao empregado por parte da empresa, enquanto o teletrabalho não necessariamente.

No mais, outra diferença peculiar entre os dois é a questão da periodicidade.

No home office o trabalho pode ser feito 100% do tempo de casa, ou em formato híbrido, exigindo que o funcionário trabalhe alguns dias também no escritório. Em contrapartida, o trabalho remoto funciona constantemente a distância, podendo, esporadicamente e em pequenos períodos, ter momentos na sede da empresa.

tudo-sobre-trabalho-remoto-e-home-office
Com a pandemia de covid-19, o trabalho a distância vem se tornando cada vez mais comum.

Portanto, apesar de serem comumente confundidos, todo home office é um tipo de trabalho remoto, mas nem todo trabalho remoto é considerado home office.

Quais são as principais vantagens e desvantagens do trabalho remoto?

O teletrabalho e o home office possuem vantagens e desvantagens quanto aos moldes mais tradicionais de trabalho.

As principais vantagens são:

  • flexibilidade de horário – o profissional consegue ter maior maleabilidade quanto a forma que executa o serviço;
  • maior qualidade de vida para o funcionário – tendo em vista que este trabalha de casa ou onde se sente melhor, há diminuição do estresse com trânsito e transporte;
  • redução de custos para a empresa – uma vez que o funcionário não utiliza vale transporte e nem as dependências da empresa;
  • maior equilíbrio emocional – principalmente no que tange o equilíbrio entre as esferas pessoal e profissional;
  • mais foco e concentração – pelo colaborador estar no ambiente que considera mais adequado;
  • economia de tempo – uma vez que não há deslocamento até o local de trabalho.

Já as principais desvantagens são:

  • mais chances de distrações – em casa tem o cachorro que late, a correspondência que chega, o vizinho barulhento e muitas outras distrações; 
  • falta de disciplina na rotina de trabalho – é essencial que o prestador de serviço saiba organizar uma rotina para atender prazos e demandas;
  • falhas de comunicação – as tecnologias estão em constante desenvolvimento e, muitas vezes, podem falhar, o que pode atrapalhar uma reunião, por exemplo;
  • suporte técnico – por não ter uma equipe de suporte disponível no mesmo local, em caso de necessidade de suporte técnico, este pode ser mais demorado.

Contudo, tanto o teletrabalho quanto o home office precisam ser previamente acordados entre as partes e estar bem claro o enquadramento do tipo de formato a ser escolhido.

Imagens do texto: Freepik (@stories)

0Shares
0