Home / Artigos e Noticias / Preço de imóveis subiu menos do que a inflação.

Preço de imóveis subiu menos do que a inflação.

Direito Imobiliário e Leilões
imovprec
Avatar

rosenbaum

fevereiro 8, 2017

Preços de imóveis têm queda real de 4,58% nos últimos 12 meses

São Paulo – Nos últimos 12 meses encerrados em janeiro o preço dos imóveis subiu em média 0,65% nas 20 cidades brasileiras acompanhadas pelo índice FipeZap.

Já a inflação, medida pelo IPCA deve encerrar o mesmo período com aumento de 5,49%, de acordo com o Boletim Focus do Banco Central. Ou seja, ao considerar o efeito da inflação, o índice mostra que os imóveis devem ter queda real de preço de 4,58%.

A queda real de preço é registrada quando o valor de um determinado bem, como é o caso do imóvel, tem uma alta inferior ao aumento generalizado de preços, medido por índices inflacionários, como o IPCA.  Vale destacar que a variação real não é calculada por uma simples subtração. Para realizar o cálculo, é preciso dividir a oscilação dos preços pela variação da inflação.

Com exceção de Belo Horizonte, que registrou aumento real de preços no período, as cidades que compõem o índice tiveram variações de preços inferiores ao IPCA nos últimos doze meses. Entre estas cidades, cinco tiveram queda nominal de preços na comparação de janeiro deste ano com o mesmo mês do ano passado: Rio de Janeiro, Distrito Federal, Fortaleza, Niterói e Goiânia.

Preços estáveis

Na média, os preços dos imóveis ficaram estáveis em janeiro e registraram variação nula na comparação com dezembro.

No mês, doze cidades registraram queda nominal de preços: Rio de Janeiro (-0,06%), Distrito Federal (-0,44%), Fortaleza (-0,81%), Recife (-0,78%), Florianópolis (-0,02%), Vitória (-0,28%), Santo André (-0,15%), São Bernardo (-0,01%), Niterói (-0,53%), Campinas (-0,09%), Santos (-0,27%) e Contagem (-0,31%).

Rio e São Paulo lideram ranking dos imóveis mais caros

O preço médio do metro quadrado dos imóveis nas 20 cidades do índice FipeZap encerrou janeiro em 7,693 reais. Rio de Janeiro e São Paulo continuam a liderar a lista do metro quadrado mais caro.

No Rio, o preço médio do metro quadrado terminou o mês a 10.262 reais. Já o valor do metro quadrado em São Paulo encerrou janeiro custando 8.625 reais, em média.

Goiânia e Contagem foram as cidades que registraram os preços mais baixos. Em Goiânia, o valor médio do metro quadrado ficou em 4.102 reais e, em Contagem, 3.548 reais.

Veja na tabela a seguir a variação dos preços dos imóveis à venda nas 20 cidades acompanhadas pelo índice FipeZap em janeiro, dezembro e nos últimos 12 meses. A lista foi ordenada da maior para a menor variação no primeiro mês do ano.

Região Variação mensal janeiro/17 Variação mensal dezembro/16 Variação nos últimos 12 meses
Belo Horizonte 1,43% 0,99% 6,05%
São Caetano do Sul 0,49% 0,27% 2,35%
Goiânia 0,25% -0,12% -2,86%
Vila Velha 0,24% 0,22% 2,01%
Porto Alegre 0,06% 0,08% 3,22%
Salvador 0,06% 0,28% 3,20%
São Paulo 0,01% 0,14% 0,39%
Curitiba 0,00% -0,02% 5,08%
Índice FipeZap Ampliado (20 cidades) 0,00% 0,13% 0,65%
São Bernardo do Campo -0,01% 0,14% 0,24%
Florianópolis -0,02% 0,02% 3,67%
Rio de Janeiro -0,06% -0,06% -1,86%
Campinas -0,09% 0,05% 0,69%
Santo André -0,15% 0,10% 1,30%
Santos -0,27% 0,07% 1,03%
Vitória -0,28% -0,09% 3,25%
Contagem -0,31% -0,15% 1,37%
Brasília -0,44% -0,11% -1,32%
Niterói -0,53% 0,07% -1,93%
Recife -0,78% 0,41% 0,35%
Fortaleza -0,81% -0,05% -0,27%

Veja na tabela abaixo o preço médio do metro quadrado anunciado em cada cidade em janeiro:

Região Preço médio do metro quadrado (R$)
Rio de Janeiro 10.262
São Paulo 8.625
Brasília 8.432
Média nacional 7.693
Niterói 7.442
Florianópolis 6.566
Belo Horizonte 6.268
Fortaleza 6.194
São Caetano do Sul 5.965
Recife 5.928
Vitória 5.735
Porto Alegre 5.674
Curitiba 5.660
Campinas 5.586
Santos 5.350
Santo André 5.290
Salvador 5.070
São Bernardo do Campo 4.867
Vila Velha 4.587
Goiânia 4.102
Contagem 3.548

O Índice FipeZap tem dados disponíveis sobre São Paulo e Rio de Janeiro desde janeiro de 2008. Para Belo Horizonte, a série histórica começa em maio de 2009. Para Fortaleza, em abril de 2010; para Recife em julho de 2010; e para o Distrito Federal e Salvador, em setembro de 2010.

Entre as cidades incluídas mais recentemente na composição do Índice FipeZap Ampliado, os municípios do ABC Paulista e Niterói têm dados disponíveis desde janeiro de 2012. Vitória, Vila Velha, Florianópolis, Porto Alegre e Curitiba têm séries históricas iniciadas em julho de 2012. O índice FipeZap Ampliado foi lançado em janeiro de 2013.

O indicador elaborado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) em parceria com o site de classificados Zap Imóveis, acompanha os preços do metro quadrado dos imóveis usados anunciados na internet, que totalizam mais de 290 mil unidades por mês.

Além disso, são buscados também dados em outras fontes de anúncios online. A Fipe faz a ponderação dos dados utilizando a renda dos domicílios, de acordo com levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

https://exame.abril.com.br/seu-dinheiro/precos-de-imoveis-tem-queda-real-de-458-nos-ultimos-12-meses

Avatar

rosenbaum

MAIS ARTIGOS

Notícias e Artigos relacionados

Nossa reputação é de excelência em serviços jurídicos

Avaliação dos clientes
Rosana Silva
Rosana Silva
13/08/2021
O Plano de saúde negou o fornecimento de um medicamento. Foram muito rápidos e eficientes. Em menos de uma semana foi resolvido é eu já agendei o procedimento.
Renner Carvalho
Renner Carvalho
12/08/2021
Excelente Escritório de Advocacia, são bastante atenciosos e 100% confiável.
Maj Cav Luciano CECMA
Maj Cav Luciano CECMA
12/08/2021
Cancelamento de voo pela Latam de POA para MAO, no check-in, devido ao voo ter a aeronave trocada por um modelo que não permitia nosso pet. Fomos realocados em um voo no dia seguinte e acomodados em um hotel com as despesas pagas pela Latam. Danos morais para 4 passageiros. Excelente trabalho!
Rafael Camilo
Rafael Camilo
11/08/2021
Competentes, acessiveis e comprometidos com o objetivo!
Esther Chame
Esther Chame
11/08/2021
Excelente trabalho com eficiência e profissionalismo.
Silvia Tello
Silvia Tello
07/08/2021
Tive uma mala perdida em um vôo doméstico e a companhia aérea me deixou desamparada. Precisei de assistência jurídica para reclamar meus direitos e encontrei o Escritório Rosembaum que me auxiliou no caso. Desde o primeiro contato até a conclusão do processo foram extremamente profissionais e transparentes, esclarecendo minhas dúvidas, meus direitos e os trâmites do processo. Parabéns à toda equipe do Rosembaum Advogados pelo êxito na causa e pelo serviço de excelência prestado.
Cleia Costa
Cleia Costa
29/07/2021
Sou do Amazonas e encontrei o escritório através do Google. Desde o primeiro contato percebi a seriedade e o profissionalismo do Rosenbaum Advogados. Honestos e competentes. Super recomendo!
Elisa
Elisa
16/07/2021
O escritório foi bastante profissional e conseguiu a devida indenização da empresa aérea.
ROSENBAUM ADVOGADOS

Fale com a nossa equipe de especialistas, e dê o primeiro passo rumo à solução dos seus desafios.

FALE CONOSCO
Relate seu caso online
Shares
Atendimento Rosenbaum Advogados

Atendimento Rosenbaum Advogados

Olá! Podemos ajudá-lo(a)? Teremos prazer em esclarecer suas dúvidas.
Whatsapp