Home Artigos e notícias Entenda como funciona a “xepa” da vacina de covid-19

Entenda como funciona a “xepa” da vacina de covid-19

Saiba o que é a "xepa" da vacina contra covid-19 e descubra como fazer a sua inscrição para garantir a imunização.

23 de junho de 2021

string(4) "topo"

A prefeitura de São Paulo liberou a “xepa” da vacina para maiores de 18 anos sem comorbidades. Essa medida foi anunciada pela Secretaria Municipal de Saúde no dia 17 de junho.

Assim sendo, serão utilizadas doses remanescentes das UBS (Unidades Básicas de Saúde) a fim de evitar o desperdício de doses após a abertura dos frascos de imunizantes contra a covid-19.

Fique por dentro do que é necessário para incluir o nome na lista de espera da “xepa”.

O que é a “xepa” da vacina contra covid-19?

A palavra “xepa” é utilizada popularmente para descrever o final da feira livre, onde legumes e verduras rejeitados por outros clientes são vendidos por um preço mais barato. 

Não obstante, no contexto da vacinação, a “xepa” é o termo designado para se referir à aplicação das doses que sobram ao final do dia nas UBS (Unidades Básicas de Saúde) e nos demais postos de vacinação.

Nesse sentido, a medida vem sendo adotada em diversos Estados e cada município tem autonomia para distribuir as vacinas que sobram da forma que for mais conveniente de acordo com a região.

Como funciona a “xepa” da vacina?

As vacinas contra o novo coronavírus devem ser aplicadas conforme o prazo de validade e somente em pessoas dos grupos prioritários previstos no Plano de Operacionalização da Vacinação do Ministério da Saúde.

De acordo com Mauro Junqueira, secretário executivo do Conasems (Conselho Nacional dos Secretários Municipais de Saúde), os municípios têm autonomia para distribuir as vacinas que sobram da forma que for mais conveniente para cada localidade. 

Dessa forma, os municípios podem convocar pessoas por chamada telefônica ou aplicar em quem estiver de prontidão nos postos.

Vale destacar, que o Conasems é órgão responsável por articular entre os gestores de saúde a distribuição das vacinas nos municípios.

Quais são as vacinas utilizadas na “xepa”?

As vacinas utilizadas na “xepa” são sobras das mesmas vacinas que estão sendo utilizadas na campanha padrão da vacinação contra covid-19.

Atualmente, estão sendo aplicadas no Brasil as vacinas vacinas da Astrazeneca/Fiocruz, CoronaVac e Pfizer.

Todavia, cada vacina possui um tempo de validade específico depois de aberta:

  • Cominarty – a vacina desenvolvida pelo laboratório Pfizer em parceria com a empresa BioNTech pode ser conservada por até 6 horas;
  • CoronaVac – a vacina desenvolvida pela farmacêutica Sinovac em parceria com o Instituto Butantan pode ser conservada por até 8 horas;
  • Covishield – a vacina produzida pela farmacêutica Serum Institute of India, em parceria com a AstraZeneca/Universidade de Oxford/Fiocruz pode ser conservada por até 48 horas

Ademais, cada frasco dos imunizantes utilizados contém em torno de 10 injeções e a prioridade é evitar o desperdício de qualquer um dos três.

Também pode te interessar: 

Saiba qual é o intervalo entre as doses das vacinas contra covid-19
Conecte SUS disponibiliza acesso à Carteira Nacional Digital de Vacinação
Plano de Vacinação contra a covid-19: direitos do cidadão ao se vacinar

Como funciona a  fila da “xepa” em São Paulo?

Em São Paulo, a aplicação das vacinas da “xepa” são realizadas a partir de listas de espera, que são formadas e organizadas por cada unidade de saúde.

Isto posto, em caso de disponibilidade de doses remanescentes, será feito contato com o munícipe por telefone para que ele compareça à unidade e seja imunizado.

Ademais, a Prefeitura orienta que a aplicação das doses devem ser efetuadas no período próximo ao fim do expediente da unidade de saúde a fim de evitar o desperdício de qualquer dose remanescente.

Quem pode se inscrever na “xepa” da vacina?

Todos os moradores da cidade de São Paulo com 18 anos ou mais poderão se inscrever para receber doses remanescentes de vacinas, a chamada “xepa” da vacina.

Podem se inscrever aqueles que moram, estudam ou trabalham na região da unidade de saúde, de forma que essa pessoa consiga chegar rapidamente no momento em que for chamada.

Quem tem prioridade na “xepa” da vacina contra a covid-19?

Baseando-se no Plano de Operacionalização da Vacinação (PNO) do Ministério da Saúde, a Prefeitura de São Paulo determinou instruções para a priorização de doses da vacina de covid-19 no Município, da seguinte forma:

  • lactantes sem comorbidades (até dois anos de amamentação), acima de 18 anos;
  • acadêmicos em Saúde em estágio, independente do período de formação;
  • estudantes de área técnica em saúde em estágio, independente do período de formação; 
  • pessoas com mais de 18 anos de idade.

Portanto, na urgência do vencimento e ausência de pessoas com essas características, as doses podem ser aplicadas nos mais jovens, com ou sem comorbidades. 

Como se inscrever na “xepa” da vacina em SP?

De acordo com orientação da Secretaria da Saúde, para se inscrever na lista de espera da”xepa”, é necessário que o munícipe compareça à UBS mais próxima da residência ou trabalho, portanto os seguintes documentos:

  • documento de identidade com foto, como RG ou CNH;
  • comprovante de residência.

Nessa via, as Unidades de Saúde deverão manter listas de espera com os usuários elegíveis residentes da cidade de São Paulo, com telefones para convocação desse público.

Todos aqueles que forem chamados para tomar a primeira dose na “xepa” receberão normalmente o cartão de vacinação com a data prevista para a segunda dose.

Por fim, as pessoas podem incluir o nome na lista das 7h às 19h.

De Olho na Fila

A  Secretaria Municipal da Saúde (SMS) da gestão municipal de São Paulo disponibilizou aos seus cidadãos um site para acompanhar o tamanho das filas de vacinação nas unidades e postos de saúde.

"xepa"-da-vacina-de-covid-19-filômetro
Saiba como conferir onde há menos fila antes de sair para se vacinar contra a covid-19 durante a pandemia. | Fonte: portal De Olho na Fila Vacina Sampa Covid-19

Assim, surgiu o portal DE OLHO NA FILA, também denominado como “Filômetro Vacinasampa covid-19”, um serviço on-line que esclarece como está o movimento das filas nos postos de vacinação, entre eles:

  • as Unidades Básicas de Saúde (UBSs);
  • os drive-thrus;
  • os mega postos;
  • outros locais de vacinação.

De acordo com o portal oficial da Prefeitura de São Paulo, a plataforma permite que os munícipes saibam qual é o melhor momento para procurar um dos postos de vacinação na capital. 

Vale destacar que, no município de São Paulo, além das 486 UBSs, a vacinação contra a covid-19 acontece em três Centros de Saúde e em 17 Serviços de Atenção Especializadas (Saes).

Contudo, o portal tem como objetivo evitar filas e aglomerações e otimizar o processo de imunização contra a covid-19.Por fim, vale lembrar que todas as vacinas são consideradas eficazes pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) em reduzir a gravidade da covid-19, desde que, seja respeitado o intervalo entre as doses.

Imagem em destaque: Freepik (@peoplecreations)

0Shares
0