Home Artigos e notícias Censo 2021: IBGE abre vagas temporárias

Censo 2021: IBGE abre vagas temporárias

01 de março de 2021

string(4) "topo"

Saiba mais sobre o IBGE e fique por dentro dos editais que oferecem mais de 204 mil vagas de trabalho.

No decorrer da pandemia do novo coronavírus, diversos brasileiros perderam seus empregos e o impacto negativo sobre a economia vem afetando a geração de novas oportunidades desde o ano passado.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o IBGE, a taxa de desemprego no 3º trimestre de 2020 foi de 13,1%, representando um total de 14,1 milhões de desempregados. 

Nesse sentido, os novos editais lançados pelo referido instituto este ano podem representar uma luz no fim do túnel para, pelo menos, 204.307 desses brasileiros.

Entenda o que é o IBGE, compreenda qual a importância do Censo 2021 e fique por dentro das vagas disponibilizadas.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)

A missão do IBGE, segundo o site oficial do instituto, é “retratar o Brasil com informações necessárias ao conhecimento de sua realidade e ao exercício da cidadania”.

Os levantamentos de dados realizados pelo IBGE servem para atender às necessidades dos mais diversos segmentos da sociedade civil, bem como dos órgãos das esferas governamentais federal, estadual e municipal.

censo-2021-ibge-abre-vagas-temporarias-2
O IBGE é o principal fornecedor de dados e informações do país.

Dentre as atribuições do instituto estão:

  • a produção e análise de informações estatísticas e geográficas;
  • a coordenação e consolidação destas informações;
  • a estruturação e implantação de um sistema da informações ambientais;
  • a documentação e disseminação de informações;
  • a coordenação dos sistemas estatístico e cartográfico nacionais.

Enfim, ele é uma entidade da administração pública federal, vinculada ao Ministério da Economia.

O que é Censo?

A palavra “censo” vem do latim census e quer dizer “conjunto dos dados estatísticos dos habitantes de uma cidade, província, estado, nação”. 

O primeiro Censo Demográfico do Brasil foi realizado em 1872, época em que o país era uma monarquia governada pelo imperador D. Pedro II. Já o IBGE passa a ser responsável pela realização da pesquisa a partir de 1940.

Censo ou recenseamento demográfico é um estudo estatístico referente a uma população e possibilita o recolhimento de várias informações como o número de homens, mulheres, crianças e idosos; onde as pessoas moram; como vivem; entre outras.

No Brasil, é realizado de dez em dez anos e os resultados obtidos permitem traçar um retrato abrangente do território nacional.

Nesse sentido, as informações coletadas são fundamentais para o desenvolvimento e implementação de políticas públicas em nível nacional, estadual e municipal, além de servir para a realização de investimentos, tanto do governo quanto da iniciativa privada. 

censo-2021-ibge-abre-vagas-temporarias-3
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o IBGE, é responsável por realizar o Censo 2021.

Ademais, o Censo é a principal fonte de dados sobre a situação de vida da população nos municípios e localidades, já que tem como objetivo levantar as seguintes informações: 

  • acompanhamento do crescimento, da distribuição geográfica e da evolução das características da população ao longo do tempo;
  • identificação das áreas de investimentos prioritários como saúde, educação, habitação, transportes, energia, programas de assistência a crianças, jovens e idosos;
  • identificação e seleção de locais que necessitam de programas de estímulo ao crescimento econômico e desenvolvimento social;
  • fornecer referências para as projeções populacionais com base nas quais é definida a representação política no país, indicando o número de deputados federais, deputados estaduais e vereadores de cada estado e município; 
  • fornecer subsídios ao Tribunal de Contas da União para o estabelecimento das cotas do Fundo de Participação dos Estados e do Fundo de Participação dos Municípios.

Adiamento do Censo 2020 para 2021

No ano passado, era para ter ocorrido a pesquisa do Censo. Porém, em vista das orientações do Ministério da Saúde relacionadas ao quadro de emergência de saúde pública causado pelo covid-19, o IBGE decidiu adiar a realização para este ano.

De acordo com nota emitida pelo instituto, a decisão levou em consideração a natureza de coleta da pesquisa, que é domiciliar e predominantemente presencial, e estima visitas de mais de 180 mil recenseadores a cerca de 71 milhões de domicílios em todo o território nacional.

Cancelamento dos processos seletivos de 2020

Por conta do adiamento, o processo seletivo para contratação de recenseadores e supervisores de 2020 foi suspenso.

A decisão levou em conta a impossibilidade de realização, em tempo hábil, de toda a cadeia de treinamentos para a operação censitária, cuja primeira seria em abril de 2020.

Dessa forma, os candidatos que se inscreveram nos processos seletivos tiveram suas inscrições canceladas e o valor das inscrições será reembolsado.

censo-2021-ibge-abre-vagas-temporarias-4
O Censo Demográfico 2021 tem coleta de dados prevista entre 1º de agosto e 31 de outubro.

É importante ressaltar que aqueles que desejam participar do Censo a ser realizado neste ano, terão que se inscrever novamente.

Concurso Público IBGE/Censo 2021

O IBGE publicou dois editais para contratação temporária de 204.307 pessoas para atuar no Censo Demográfico 2021.

O organizador desses processos seletivos será o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe).

As vagas estão espalhadas em quase todas as cidades do país. Ao todo, serão oferecidas:

  • 181.898 vagas para recenseador;
  • 16.959 para agente censitário supervisor (ACS);
  • 5.450 para agente censitário municipal (ACM).

Todas as inscrições são realizadas diretamente no site do Cebraspe, portanto, fique atento às datas:

  • para ACM e ACS – de 19 de fevereiro a 15 de março;
  • para recenseador – de 23 de fevereiro a 19 de março.

Para concorrer a recenseador, deve-se pagar uma taxa de R$ 25,77. Além disso, é necessário ter o nível fundamental completo e, caso aprovado, a remuneração será paga por produtividade.

Foi disponibilizado um simulador de remuneração online para que os candidatos possam estimar o valor a ser recebido, já que o cálculo será feito por produção. Esse sistema está disponível no site do Censo 2021.

Já para os cargos de ACM e ACS a taxa de inscrição é de R$ 39,49 e o candidato precisa ter concluído o ensino médio. A remuneração é de R$ 2.100 para ACM e R$ 1.700 para ACS.

As provas objetivas serão aplicadas presencialmente em 18 de abril para ACM e ACS, e no dia 25 de abril para recenseadores, seguindo os protocolos sanitários de prevenção da Covid-19.

Pandemia x Censo 2021

De acordo com a agência de notícias do IBGE, o instituto está ciente do contexto de pandemia e desenvolveu protocolos que garantam a segurança dos recenseadores e dos moradores durante a coleta das informações deste ano.

Segundo o diretor adjunto de Pesquisas do IBGE, Cimar Azeredo, além dos procedimentos de segurança, como uso de máscara, álcool e distanciamento mínimo, o morador terá a opção de responder presencialmente, por telefone ou ainda preencher o questionário pela internet.

Ainda assim, haverá a necessidade de o recenseador ir até aos domicílios, seja para realizar a entrevista no local, obter o telefone do morador ou fornecer o link e a chave de acesso ao questionário para realizar o preenchimento pela internet.

A pesquisa acontece em todos os municípios brasileiros

Entre agosto e outubro deste ano, os 5.570 municípios do país receberão visitas dos recenseadores selecionados. A pesquisa revelará, entre outras informações:

  • as características dos domicílios;
  • identificação étnico-racial;
  • nupcialidade;
  • núcleo familiar;
  • fecundidade;
  • religião ou culto;
  • deficiência;
  • migração interna ou internacional;
  • educação;
  • deslocamento para estudo;
  • trabalho e rendimento;
  • deslocamento para trabalho;
  • Mortalidade e autismo.

É dessa forma que, a cada dez anos, o Censo Demográfico contribui para o conhecimento das condições de vida da população em todos os municípios do Brasil.

Imagens: Freepik

Shares