Home Artigos e notícias Confira 11 dicas essenciais para economizar na sua viagem

Confira 11 dicas essenciais para economizar na sua viagem

Descubra algumas dicas que vão te ajudar a economizar em viagens, sem perder a diversão.

25 de outubro de 2021 - Atualizado 25/10/2021

Viajar é muito bom, mas nem todo mundo sabe como fazer isso de forma econômica.

Contudo, existem algumas coisas que podem ser feitas para ajudar a atenuar os gastos e não doer tanto no bolso na hora que a conta da viagem chega.

Nesse sentido, confira 11 dicas de ouro para viajar de forma econômica.

1 – Planeje-se com antecedência

Planejar significa criar um plano para otimizar o alcance de um determinado objetivo. 

Nesse sentido, é fundamental planejar a sua viagem com antecedência. 

Dessa forma, é possível encontrar passagens aéreas mais baratas e, até mesmo, hospedagens bem mais em conta.

Para isso, faça um levantamento de tudo o que será necessário na viagem como, por exemplo: 

  • comprar passagens;
  • reservar hospedagem;
  • adquirir entradas para eventos ou passeios;
  • alugar um carro.

Uma boa dica é fazer uma lista de tudo o que gera gastos! Dessa forma, fica mais fácil buscar promoções e descontos.

2 – Considere a época da viagem 

Dê preferência às viagens durante a baixa temporada. Em épocas como réveillon e feriados, os destinos famosos recebem muito mais turistas e, normalmente, há uma alta significativa de preços.

Assim sendo, ao invés de viajar em dezembro, janeiro ou fevereiro, opte por fazê-lo em meses como setembro, outubro ou novembro, quando já faz calor em muitas cidades litorâneas no Brasil e, mesmo assim, muitas delas continuam vazias.

3 – Compare preços 

Planejar a viagem com antecedência permite que o viajante possa comparar com calma os diferentes preços oferecidos por um mesmo produto ou serviço.

Tal atitude é crucial para quem deseja viajar gastando pouco. Isso porque, muitas vezes, por falta de tempo ou paciência, acabamos por decidir pelo primeiro serviço ou produto disponível, sem ao menos pesquisar e compará-lo com outros.

Além do mais, a internet deixou essa tarefa muito mais fácil! 

Atualmente, há diversos sites especializados em comparar valores de passagens aéreas, hotéis, aluguel de carros e outras atividades turísticas. Entre eles:

  • Decolar.com;
  • Kayak;
  • 1,2,3 Milhas;
  • Trivago;
  • eDestinos;
  • Skyscanner.

4 – Crie uma planilha de gasto para a sua viagem

Crie uma planilha e controle seu orçamento durante a viagem. Isso vai ajudar a não estourar o teto de gastos estabelecido para viajar.

Por conseguinte, busque aplicativos de controle financeiro para facilitar acesso aos seus gastos e inserção de informações.

Lembre-se: se o objetivo é curtir e relaxar, não faz sentido voltar com dívidas!

5 – Economize no transporte

Geralmente, táxis e corridas via aplicativo custam muito mais que o transporte público. Sendo assim, dê preferência ao transporte público e bicicletas. 

Para isso, procure saber sobre o sistema viário do local e quais são as melhores formas de se locomover. 

Converse com os estabelecimentos locais e faça pesquisas na internet para conhecer bem as opções de deslocamento até os lugares que deseja visitar.

Vale lembrar, que as bicicletas também são uma ótima opção e estão sendo utilizadas cada vez mais, especialmente por quem quer seguir um estilo de vida mais saudável e sustentável. 

Logo, muitas cidades turísticas investem no aluguel de bicicletas e algumas hospedagens as disponibilizam como cortesia para os hóspedes. Aproveite e economize!

confira-11-dicas-essenciais-para-economizar-na-viagem
Viajar barato é possível! | Imagem: Freepik (jcomp)

6 – Aprenda a economizar na passagem aérea

Primeiramente, compre sua passagem aérea com antecedência. Para isso, utilize os diferentes mecanismos de busca disponíveis na internet.

Na mesma via, cadastre-se nos sites especializados para receber alertas de preço de passagem aérea.

Ademais, fique atento aos dias e horários mais baratos para viajar de avião: terças, quartas e sábados costumam ter os preços mais baixos. Aos domingos e às sextas-feiras, normalmente, são oferecidas as passagens mais caras. 

Por fim, os voos noturnos também costumam ser mais em conta. Fique atento!

Também pode te interessar:

 Confira 10 dicas para planejar uma viagem
Tudo o que você precisa saber sobre seguro-viagem
10 dicas para comprar passagem aérea mais barata

7 – Opte por hospedagens alternativas

A hospedagem costuma ser um dos itens mais pesados no orçamento de viagem.

Nessa via, hotéis podem ter valores muito altos, se comparados a hospedagens alternativas. Logo, vale explorar outras opções como:

  • hostel – são um tipo de albergue que conta com quartos coletivos masculinos, femininos e mistos. Na maioria deles, há cozinhas coletivas em que você pode preparar suas refeições, o que já significa economia. Neste tipo de hospedagem, além de poupar dinheiro para se hospedar, você terá a chance de conhecer novas pessoas e de curtir a sua estadia em um ambiente descontraído;
  • plataformas que conectam hóspedes e anfitriões – existem plataformas digitais como o Airbnb e o Couchsurfing, que permitem que você possa se hospedar em casas, apartamentos, chalés ou, até mesmo, em um quarto oferecido por anfitriões;
  • acomodação e refeições gratuitas em troca de trabalho – plataformas como o Workaway, Worldpacker e HelpX disponibilizam estabelecimentos onde você pode se hospedar de graça se estiver disposto a ceder algumas horas de trabalho por dia. Ou seja, você trabalha durante uma carga horária na semana em troca de hospedagem e, em alguns casos, alimentação. Essa é uma boa alternativa para quem está planejando viagens longas e mochilões. 

8 – Procure conhecer bem o destino antes de viajar 

Antes de bater o martelo a respeito do destino de sua viagem, procure saber tudo acerca do local.

Dessa maneira, é possível ter uma ideia mais consistente quanto aos valores a serem gastos durante a viagem. 

Nesse rumo, vale pesquisar os passeios, as rotas turísticas e tudo mais que o destino oferece.

9 – Aproveite os passeios gratuitos e de baixo custo

Evite pacotes turísticos e trace seus próprios roteiros de viagem.

Procure visitar atrações gratuitas como museus, bibliotecas, patrimônios históricos, praias, trilhas, feiras locais, entre outros.

Muitos destinos oferecem diversas opções de passeios gratuitos e de baixo custo. Sendo assim, aproveite-os!

10 – Economize nas refeições

Faça as suas principais refeições em casa!

Lembre-se que comer em um restaurantes, principalmente em locais turísticos, custa caro. Pense nisso na hora de escolher a hospedagem e prefira lugares com cozinha.

Contudo, não é preciso ser radical, alimente-se em casa, mas escolha também algumas refeições pontuais para fazer nos restaurantes que deseja e não deixe de curtir a gastronomia local.

11 – Evite utilizar o cartão de crédito

O cartão é uma ferramenta muito útil no dia a dia, que nos ajuda a acumular pontos que se transformarão em milhas e depois em prêmios, viagens e, consequentemente, podem ajudar na hora de embarcar.

Entretanto, muitos consultores financeiros recomendam a utilização do cartão com cautela, parcimônia e inteligência.

Assim sendo, utilize o cartão como um apoio emergencial e não como fonte de dinheiro. É importante ter em mente que esses gastos terão de ser pagos futuramente.

Vale ressaltar, que quem usa muito o cartão durante a viagem pode acabar perdendo o controle dos gastos.  

Portanto, se o intuito é economizar, programe-se para realizar os pagamentos com o dinheiro planejado para a sua viagem.

Imagem em destaque: Freepik (luis_molinero)

Avatar
Shares